BlogLGBT Friendly

#RumoAoMinho Dia 1: uma pitada de experiências locais

#RumoAoMinho Dia 1: uma pitada de experiências locais

A agenda para este dia era apertada, não vamos mentir. Mas como seria possível pegar em mais de 30 anos de história e recontá-la em apenas algumas horas?

A nossa primeira paragem foi a hamburgueria local DeGema, onde almoçamos. O DeGema é um local fantástico para começar uma viagem que apela à autenticidade pelos nomes dos seus pratos. Todos os hamburgueres e restantes pratos têm nomes de expressões típicas de Braga.

DeGema Burguer Shop

Depois do almoço, a paragem foi o hotel onde as nossas convidadas ficariam alojadas: Torre de Gomariz Wine & Spa Hotel 5*.

A Torre de Gomariz é um hotel de luxo e a melhor escolha possível para uma viagem deste género. Portugal é um país onde o ter um serviço de luxo não é sinónimo de preços altos e esse era também um dos motivos desta viagem: mostrar o quão Portugal é um destino barato. Fomos recebidos pelo Diretor Nelson Matos, vinho da casa como bebida de boas-vindas e ainda um pequeno snack feito na hora.

Pode ver o nosso vídeo aqui.

A melhor parte, no entanto, foi onde fomos recebidos: na Torre do hotel! A vista a 360º é simplesmente incrível e sem dúvida o melhor local para começar a conhecer o hotel.

O relógio não parava e as próximas visitas foram a Aliança Artesanal e a cervejaria local A Letra.

A Aliança Artesanal é uma autêntica casa de história de Vila Verde. Reconta mais de 30 anos de histórias de amor da vila! É aqui que o famoso Lenço dos Namorados é bordado. Reza a lenda que era a forma dos antigos pedirem o seu amor em casamento.

A cervejaria local A Letra é onde os locais podem refrescar-se com cervejas diferentes e artesanais. As nossas influencers tiveram a oportunidade de usufruir de uma tour privada e personalizada e ainda de provar as 6 cervejas mais vendidas da cervejaria.

A visita a Vila Verde não ficaria por aqui. Havia ainda tempo para jantar na tradicional Festa das Colheitas, que celebra o sucesso das colheitas dos agricultores da vila. O jantar foi cortesia do Turismo de Vila Verde.

No final do dia, a música tradicional portuguesa ecoava nos ouvidos de todos e o entusiasmo para os próximos dias crescia.

Sabe como foi o nosso segundo dia aqui