Blog

Melhores destinos para viagens em Tudo Incluído

Será que sabe, realmente, o que significa Tudo Incluído? Deixamos-lhe uma lista dos 5 melhores destinos para viagens em Tudo Incluído.

Melhores destinos para viagens em Tudo Incluído

É frequente existir confusão entre viagem com tudo incluído (leia-se, pacote completo com voos, estadia, seguro de viagem, transferes, entre outros) e viagem em tudo incluído (leia-se, como regime alimentar: pequeno-almoço, almoço, jantar, bebidas e snacks/lanches). Esta confusão leva a que, muitas vezes, nos peçam orçamentos para capitais Europeias em tudo incluído porque “o amigo foi tinha tudo incluído”.

Na realidade, é provável que o seu conhecido tivesse um pacote de viagem e não um regime de tudo incluído. As capitais Europeias e/ou outras grandes cidades são, por norma, destinos em que as refeições alimentares são razoavelmente baratas fora dos hotéis e, por isso, o que compensará será apenas o pequeno-almoço. Já no caso de destinos de praia, aí é onde o Tudo Incluído vale a pena!

Estes são os que consideramos como melhores destinos para viagens em Tudo Incluído:

  • Caraíbas

Tudo depende, claro, da forma como está a pensar fazer férias, mas um pacote standard para as Caraíbas (Punta Cana, Riviera Maya, Varadero, por exemplo) contemplará sempre este regime. Quer se instale no Grand Bahia La Romana 5*, na República Dominicana, no Riu Yucatan 5*, no México, ou no Iberostar Varadero 5*, em Cuba, conte sempre com o tudo incluído como regime alimentar. Isto significa que não terá que se preocupar com o preço daquele cocktail que tanto quer apreciar na piscina. Regra geral, está incluído! E que bem que sabe 🙂

  • Maldivas

As Maldivas é um daqueles destinos em que o tudo incluído (a nosso ver) tem que estar presente. Apesar de ser um arquipélago de ilhas em que o custo de vida é inferior ao praticado na Europa Ocidental, certo é que continua a ser um destino de férias elitista. E, como tantos outros, torna-se caro se ficar num resortAlguns resorts nas Maldivas incluem atividades nos seus regimes de tudo incluído, o que ainda o torna mais vantajoso.

Sabemos que a diferença de valores entre o regime de pequeno-almoço e o regime de tudo incluído pode, em certos casos, assustá-lo. Mas temos a certeza que terá férias mais relaxadas, sem se preocupar com a conta do final da estadia, e sem se poupar a mimos. Principalmente se for a sua lua de mel 😉

  • Ilha do Príncipe

A Ilha do Príncipe entra no nosso top de melhores destinos para viagens em Tudo Incluído mas como exceção. O tudo incluído não se aplica na ilha, mas antes a Pensão Completa. A Ilha do Príncipe, em São Tomé e Príncipe, é um pedaço de céu na Terra. Densa em fauna e flora, a ilha contém ilhéus mais pequenos onde pode ter umas verdadeiras férias de sonho fora de destinos mais populares e conhecidos. A nossa especial recomendação a nível de alojamento vai para o Bom Bom Resort 4*. Na Ilha do Príncipe é essencial a contratação da Pensão Completa para que consiga ter férias mais descansadas e sem demasiados custos extra.

bom bom resort

  • Cabo Verde

Mais um destino em que o custo de vida local é inferior ao nosso e onde, teoricamente, compensaria contratar apenas alojamento ou alojamento e pequeno-almoço. No entanto, e atendendo à nossa responsabilidade para proporcionar a todos umas férias, desaconselhamos que viaje para Cabo Verde sem ser em regime de tudo incluído. Em Cabo Verde, comer e/ou beber fora de um hotel ou resort pode levar a problemas de saúde pela dificuldade em encontrar águas tratadas. Significa que muitos dos alimentos não são lavados ou, o que o são, podem estar a ser contaminados por águas não tratadas.

  • Maurícia

A Ilha Maurícia entra na lista por se tratar de um destino que, a nível de preço/qualidade, valerá muito mais a pena em regime de tudo incluído. A ilha é imensa, com muita coisa para ver e um enorme leque de praias para descobrir. Não, não é a mesma coisa que Maldivas e, para muitos, consegue ser até melhor. Regra geral, quando contratada através de uma agência de viagens, viagens à Maurícia têm melhores preços em regime de tudo incluído, tornando-a outro destino de eleição quando se pensa em férias do género.

Mas está mesmo tudo incluído quando escolho férias neste regime?

As inclusões e exclusões variam consoante os hotéis e as regiões. Por exemplo, como indicado acima, alguns resorts nas Maldivas incluem atividades para quem contrata o regime de tudo incluído. No entanto, é raro tal acontecer num regime de tudo incluído em Palma de Maiorca. Da mesma forma, o tudo incluído em Cabo Verde começa quando chega ao resort e apenas termina quando sai para o aeroporto. Já no caso de ilhas Espanholas, o início e término do tempo em que tem direito a usufruir do tudo incluído é definido pela hora de check-in e check-out.

Regra geral, o regime de tudo incluído engloba:

  • Pequeno-almoço;
  • Almoço com bebidas incluídas;
  • Jantar com bebidas incluídas;
  • Bebidas durante todo o dia (mediante horários dos restaurantes e bares e sempre bebidas de marcas nacionais);
  • Lanches e/ou snacks durante a tarde e/ou manhã.

As inclusões e exclusões destes regimes, assim como os horários em que são praticados, são sempre suscetíveis a alterações. Todos os detalhes devem ser reconfirmados pelos hóspedes à chegada ao hotel.

Se ainda tem dúvidas, entre em contacto. Teremos todo o gosto em esclarecer as suas dúvidas.